Jornal JF no mundo
Notícias de Juiz de Fora e do mundo
17
Julho
Juiz de Fora
Terça


 

Digite o conteúdo da pesquisa:


Professores da rede estadual retornam as atividades
27-06-2018
Educação
Docentes cobram pagamento no quinto dia útil. Para sindicato, aposentados são os mais prejudicados com atrasos

O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE) informou nesta terça-feira (26) a suspensão da paralisação e o retorno das atividades nas escolas estaduais a partir desta quarta. A mobilização havia sido convocada desde o último dia 11, em função do não pagamento por parte do Estado da primeira parcela dos salários no quinto dia útil do mês. Como a partir da última segunda (25), segundo o Sind-UTE, o Governo complementou o pagamento da primeira parcela do salário dos aposentados e da segunda dos salários dos profissionais da ativa, a mobilização foi suspensa.


De acordo com a diretora de comunicação do Sind-UTE em Juiz de Fora, Yara Aquino, os desgastes com a política de pagamento vêm se intensificando desde o início de 2016, quando os servidores que recebem acima de R$ 3 passaram e receber em duas vezes e aqueles que recebem acima de R$ 6 mil têm seus subsídios quitados em três etapas. As recentes mobilizações são no sentido de garantir o depósito das primeiras parcelas e, consequentemente, o pagamento integral daqueles que recebem proventos inferiores a R$ 3 mil até o quinto dia útil do mês, o que, segundo o sindicato, representa a maioria da categoria.




“Isto sequer vem acontecendo (o pagamento da primeira parcela no quinto dia útil). Este mês, o Governo programou a primeira parcela para o dia 13, mas não foi efetuado. Os servidores da ativa receberam de forma parcial no dia 15. Os mais prejudicados foram os aposentados da educação, que receberam a sinalização de que receberiam um depósito parcial de R$ 1 mil no dia 19, mas só receberam R$ 500. A situação só foi regularizada hoje (nesta terça-feira, 26). O quinto dia útil de junho foi o dia 6. Ou seja: são quase 20 dias de atraso. Esta mobilização vai ser mantida para o ano que vem: não pagou (no quinto dia útil), parou”, afirmou Yara, destacando que a categoria pode voltar a paralisar suas atividades em junho.




Inativos


A preocupação com a situação dos servidores inativos foi tema de uma reunião entre o sindicato e a categoria nesta terça-feira (26). Várias servidoras aposentadas compareceram ao encontro e revelaram as dificuldades trazidas pelo contingenciamento e atrasos nos pagamentos de seus vencimentos entre os pontos destacados até relatos de dificuldades de arcar com custos básicos, incluindo com a alimentação. Também foram informadas situações de dificuldades de atendimento nos serviços de saúde do Ipsemg; atraso no pagamento de contas que resultaram na incidência de juros; entre outros.

 

Comentários
Todos os comentário são validados.
Seus comentários serão exibidos somente após a validação.
Nome:
E-mail:
Comentário:
Desejo receber notícias.
 

 






Links úteis
Globo Imóbeis Ltda

 




Jornal JF no mundo
Notícias de Juiz de Fora e do mundo
Barbosa Lima, 135- Centro
Juiz de Fora-MG 36.010-050
E-mail: jornaljfnomundo@gmail.com
Telefone: (32) 3213-0216 ou (32) 99967-8526
Expediente
17
Julho
Juiz de Fora