Jornal JF no mundo
Notícias de Juiz de Fora e do mundo
22
Outubro
Juiz de Fora
Segunda


 

Digite o conteúdo da pesquisa:


PC apresenta suspeito de agredir e ameaçar locutora de rádio em JF
07-06-2018
Cidade

Um homem de 60 anos foi preso na tarde dessa quarta-feira, 6, suspeito de ter agredido e ameaçado uma locutora de uma rádio da cidade. A vítima relatou à Polícia Civil (PC) que o suspeito começou a lhe perseguir há dois após fazer uma visita ao seu local de trabalho. “Ele disse que era um ouvinte e a admirava. Durante a visita, ela apresentou e mostrou o funcionamento da rádio e, desde então, não teve sossego. Ele a perseguia até em casa e as suas idas ao trabalho”, relatou a delegada Ione Barbosa, responsável pelo caso e titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM).


De acordo com a autoridade policial, a perseguição era ininterrupta tanto que a mulher precisou se mudar, porém ele conseguiu encontrar o novo endereço, e já não ia trabalhar a um mês devido ao medo. “Ela só saia de casa se fosse acompanhada, pois ele tentava abordá-la. Inclusive, só conseguimos efetuar a prisão dele porque justo no momento em que ela saia do imóvel, ele apareceu e tínhamos uma pessoa de campana no local”, disse a delegada.




 




Entenda o caso




Após anos de perseguição, a locutora procurou a polícia no início de janeiro e relatou o caso. “Nós requeremos a medida protetiva diante da situação de vulnerabilidade dela. Infelizmente, não foi deferida porque ela não tinha nenhum tipo de relação com ele, como previsto na Lei Maria da Penha”, esclareceu Ione. “É uma falha da Lei Maria da Penha, pois ela foi criada justamente para proteger a mulher em situação de vulnerabilidade, mas nesse ponto ela peca por não proteger essa vitima”, pontuou.




 




Porém, no final do mês de abril, a situação piorou. “A vítima estava em um ônibus no centro da cidade e ele entrou. Ela esclareceu as coisas e deixou claro que não queria nada com ele. Diante da negativa, o suspeito ficou nervoso e deu um soco no rosto da vítima”, disse a delegada, acrescentando que o inquérito policial foi instaurado no mesmo mês da agressão.


“Depois deste fato, o homem ainda agrediu o filho de 15 anos da vítima. Um dia, ele foi até a rádio para buscá-la, porque ela não andava sozinha por medo, quando encontrou com o suspeito no meio do caminho e ele começou a xingar a mãe do adolescente e partiu para cima dele. Ela veio à delegacia novamente, relatou a situação e não vimos outra forma a não ser requerer pela prisão preventiva dele, antes que as coisas piorassem”, contou a autoridade policial.




 




O filho da locutora não foi o único membro da família dela ser vítima do homem. “Ele também perseguiu e ameaçou a mãe dela. Ele a seguia para saber onde a filha estava. O suspeito também falava que ia matar todos eles. Portanto, ela estava vivendo um momento de terror e temia pela sua integridade física, sem contar o abalo psicológico”, ressaltou Ione.




 




De acordo com a delegada, o homem abordava os vizinhos da mulher, oferecia o seu serviço como professor de inglês para conseguir entrar no prédio. “A síndica baixou uma portaria, com uma foto dele, dizendo para todos os moradores tomarem cuidado, porque ele tentava entrar no edifício sorrateiramente”, falou.




 




Obsessão




Conforme as investigações, ele fantasiava que tinha um relacionamento com a locutora. “A filha dele entrou em contato com a vítima pelo Facebook e disse para ela ter cuidado porque ele fantasiava e dizia a todos que ela era namorada dele”, contou a delegada. “Era uma obsessão, uma paixão platônica que existia apenas na cabeça dele. Ele estava agindo de forma obcecada sendo que ela nunca teve contato profissional e nem amoroso com ele e a deixava vulnerável”, completou.




 




A delegada também contou que este não é o primeiro caso envolvendo o homem. “Ele perseguia outra mulher em Juiz de Fora. Além disso, possui uma medida protetiva contra ele de outra mulher em um município de São Paulo e passagem por maus-tratos contra a própria mãe dele no estado do Rio de Janeiro”, ressaltou.




 




A prisão do homem é por tempo indeterminado e ele foi encaminhado ao Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) de Juiz de Fora. “As investigações prosseguem e, inicialmente, ele vai responder por lesão corporal e ameaças em relação à locutora e o filho e ameaças em relação à mãe dela. Também pretendemos ouvir a filha dele para que ela confirme em juízo o que disse à vítima”, finalizou.


 


 

 

Comentários
Todos os comentário são validados.
Seus comentários serão exibidos somente após a validação.
Nome:
E-mail:
Comentário:
Desejo receber notícias.
 

 






Links úteis
Globo Imóbeis Ltda

 




Jornal JF no mundo
Notícias de Juiz de Fora e do mundo
Barbosa Lima, 135- Centro
Juiz de Fora-MG 36.010-050
E-mail: jornaljfnomundo@gmail.com
Telefone: (32) 3213-0216 ou (32) 99967-8526
Expediente
22
Outubro
Juiz de Fora