Jornal JF no mundo
Notícias de Juiz de Fora e do mundo
20
Junho
Juiz de Fora
Quinta


 

Digite o conteúdo da pesquisa:


Na alegria e na tristeza: Paulinho e Lincoln dividem a dor da derrota do Brasil
27-10-2017
Copa do Mundo
No primeiro Mundial dos garotos da sub-17, seleção brasileira vive diversas experiências e ganha corpo para o futuro: "Geração muito talentosa", diz Lincoln.

Apesar de fora da briga pelo título, seleção mostrou que Lincoln e Paulinho já são realidade (Foto: AFP)


Apesar de fora da briga pelo título, seleção mostrou que Lincoln e Paulinho já são realidade.


Lincoln chorou no gramado e foi consolado pelo adversário, o inglês Gibbs White. Na sa[ida do estádio, Paulinho parou para falar com os jornalistas com os olhos marejados. A coroação da dupla no Mundial sub-17 não virá, já que o Brasil perdeu por 2 a 1 para a Inglaterra na semifinal. Mas a primeira Copa do Mundo da vida deles vai ficar marcada por muitos bons momentos. (assista nos vídeos aos gols de toda a campanha da seleção até o momento)


Paulinho, do Vasco, e Lincoln, do Flamengo, foram determinantes para a seleção em vários jogos. Brilharam contra Espanha, Coreia do Norte, Niger e especialmente contra a Alemanha, nas quartas de final. Foram três gols para cada um, numa parceria que, ao que tudo indica, ainda pode render muita coisa boa.


- Dói porque a gente trabalhou muito para estar aqui. Nosso objetivo era chegar na final e conquistar o título. Com essa geração, esse time que a gente tinha aí, tínhamos total capacidade para ganhar esse campeonato. Então, acho que não tenho erros para apontar. É levantar a cabeça, seguir em frente. A vida tem dessas coisas - disse Paulinho.


É uma geração que não está acostumada com derrotas. De 2015 para cá, ganharam dois campeonatos Sul-Americanos. Eram favoritos ao título na Índia.


- A gente tem a noção de que deu o melhor na competição. Essa geração mostrou o que tem por vir. A gente vai buscar chegar bem nos profissionais e prolongar a nossa carreira com sucesso - afirmou o atacante do Vasco.


Lincoln concorda com o parceiro. Aos 16 anos, o garoto que é tratado como joia pelo Flamengo ganha visibilidade com o Mundial. Diferentemente de Paulinho, ele ainda não está no grupo principal do Rubro-Negro.


- Eu acho que a nossa competição foi muito boa, a seleção mostrou para o Brasil todo que não faltou vontade, competitividade, equilíbrio. Mas poderia ter sido excelente. Tive boas atuações, mas não saio completamente satisfeito. Meu objetivo era ser campeão e não consegui - frisou o camisa 9.


A repercussão que eles e o time alcançaram deixa a sensação de um saldo positivo.


A gente fica triste de não classificar para a final, mas ao mesmo tempo a gente fica muito contente pela luta, empenho, dedicação e o bom futebol apresentado por essa turma jovem - avaliou o técnico Carlos Amadeu.


Na mesma linha do treinador, o camisa 9 do Brasil entende que o Mundial sub-17 vai contribuir para a carreira dos garotos.


A gente fica triste de não classificar para a final, mas ao mesmo tempo a gente fica muito contente pela luta, empenho, dedicação e o bom futebol apresentado por essa turma jovem - avaliou o técnico Carlos Amadeu.


Na mesma linha do treinador, o camisa 9 do Brasil entende que o Mundial sub-17 vai contribuir para a carreira dos garotos.

 

Fotos

 

Comentários
Todos os comentário são validados.
Seus comentários serão exibidos somente após a validação.
Nome:
E-mail:
Comentário:
Desejo receber notícias.
 

 






Links úteis
Globo Imóbeis Ltda

 




Jornal JF no mundo
Notícias de Juiz de Fora e do mundo
Barbosa Lima, 135- Centro
Juiz de Fora-MG 36.010-050
E-mail: paula.jf@hotmail.com
Telefone: (32) 3213-0216 ou (32) 99967-8526
Expediente
20
Junho
Juiz de Fora