Jornal JF no mundo
Notícias de Juiz de Fora e do mundo
22
Outubro
Juiz de Fora
Segunda


 

Digite o conteúdo da pesquisa:


Falta de grana e contratações por "barriga de aluguel" deixam Atlético-MG na berlinda
05-06-2018
Esportes
Clube tenta atender desejos da torcida por reforços de qualidade, mas algumas opções encontradas não correspondem e outras correm risco de saída antes do fim do empréstimo

A falta de dinheiro para investir no começo da temporada fez o Atlético-MG aceitar empréstimos em que os jogadores chegam ao clube, em sua maioria, sem os direitos fixados. A solução encontrada ajudou a driblar os recursos escassos. No entanto, ela pode ter um preço alto. Além da questão técnica, uma vez que alguns contratados são jogadores que estavam fora dos planos em seus times de origem, há também o risco de se perder prematuramente o reforço que der resposta positiva em campo. É a chamada “barriga de aluguel”, ou seja, o atleta que se destacar pode encerrar o empréstimo antes do prazo caso o clube detentor dos direitos receba uma proposta de venda. Esse é o cenário de Róger Guedes, hoje, titular do clube mineiro.


A suposta promessa de Alexandre Mattos pode deixar o Atlético-MG a ver navios. Na semana passada, o diretor de futebol Alexandre Gallo disse que ouviu do colega de profissão do Palmeiras que Róger Guedes ficaria no clube mineiro até o fim do ano. No entanto, nessa segunda-feira, o presidente palmeirense Maurício Galiotte concedeu entrevista e revelou que estuda uma proposta do exterior pelo jogador, hoje, titular do clube mineiro.




- Tem uma outra situação, que não envolve apenas o Atlético, mas também um clube do exterior. Temos de estudar. Tem mais de dois clubes envolvidos, é uma situação que precisa entender os valores, as situações. Hoje ele não está jogando no Palmeiras. Vamos entender, se for favorável para todos, nós vamos fazer – disse Galiotte.






 J á haviamos apurado que o interessado é o Al Wheda, do técnico Fábio Carille, mesmo clube que contratou Rómulo Otero. Além disso, o Atlético-MG usa de suas armas para tentar controlar a situação e não perder o artilheiro do Campeonato Brasileiro no meio da temporada. O Alvinegro fez uma proposta ao Alviverde para adquirir os direitos econômicos do goleador. Róger Guedes vive seu melhor momento no clube – depois de várias turbulências – mas é um exemplo de um problema que acomete o Galo. O clube mineiro está nas mãos dos dirigentes palmeirenses para definir o futuro do titular do ataque alvinegro.




O próprio Palmeiras é um dos clubes que aproveitou o momento financeiro do Galo para ceder quatro jogadores nessa condição: Róger Guedes, Juninho, Arouca e Erik embarcaram para Minas Gerais nesse contexto. Dos quatro, apenas o atacante correspondeu. Por outro lado, Marcos Rocha foi para São Paulo com os direitos fixados em 2 milhões de euros. O clube paulista deve exercer o direito de compra até dezembro, quando termina o empréstimo.


Dos 10 jogadores contratados na temporada – incluindo o jovem lateral Kevin que veio após a Copa São Paulo – o Atlético-MG colocou dinheiro apenas na vinda do lateral Emerson, da Ponte Preta. Um investidor teria ajudado o Galo a comprar o camisa 2 por cerca de R$ 5 milhões.




Ricardo Oliveira foi uma condição diferente, pois, já veterano, era dono dos direitos e acertou apenas o salário com o Galo. O vínculo do atacante havia se encerrado no Santos. Além dos nomes citados, o clube ainda tem Maidana, Galdezani e Tomás Andrade vindos por empréstimo. O argentino tem os direitos fixados em 3,75 milhões de euros e é uma exceção nos moldes de contratação da temporada 2018.


 

Comentários
Todos os comentário são validados.
Seus comentários serão exibidos somente após a validação.
Nome:
E-mail:
Comentário:
Desejo receber notícias.
 

 






Links úteis
Globo Imóbeis Ltda

 




Jornal JF no mundo
Notícias de Juiz de Fora e do mundo
Barbosa Lima, 135- Centro
Juiz de Fora-MG 36.010-050
E-mail: jornaljfnomundo@gmail.com
Telefone: (32) 3213-0216 ou (32) 99967-8526
Expediente
22
Outubro
Juiz de Fora