Jornal JF no mundo
Notícias de Juiz de Fora e do mundo
21
Setembro
Juiz de Fora
Sexta


 

Digite o conteúdo da pesquisa:


Enfermeira visita bebê 7 meses depois de parto na Favela do Rato
27-06-2018
Cidade
Mãe grávida de 9 meses foi assassinada com tiro, mas equipe do Samu conseguiu salvar o filho

A tranquilidade foi drasticamente quebrada na Rua da Paz naquela tarde do dia 17 de novembro, na Favela do Rato, Bairro Santa Terezinha, Zona Nordeste de Juiz de Fora. Prestes a dar à luz, Ana Cláudia da Silva, 26 anos, não pôde ouvir o choro do próprio filho: o tiro direcionado ao companheiro cessou os sentidos da mãe. Felizmente, o bebê foi salvo por uma corajosa equipe do Samu, durante um parto de emergência, após a violenta morte da gestante.




Sete meses depois de participar ativamente do drama, a enfermeira do Samu Luana Lopes visitou o pequeno Lorenzo. No último sábado (23), ela reviveu o caso emocionante e inesquecível para os envolvidos. O bebê está forte e saudável, aos cuidados da avó paterna.




“É um milagre ele não ter tido sequela, já que nasceu em parada cardiorrespiratória e, por alguns minutos, foi reanimado ainda no local naquela ocorrência. Hoje está gordinho e esperto. Ele é uma inspiração para mim e foi um dos grandes motivadores da continuidade de meu trabalho, buscando sempre extrair o meu melhor pelo outro”, afirmou a enfermeira, por meio da assessoria do Cisdeste (Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Sudeste).




O conteúdo continua após o anúncio


Ainda conforme a assessoria, naquele dia, o médico do Samu Helton Forastieri Filho, encorajado pela enfermeira Luana, teve que decidir rapidamente pela cesariana, já que a mãe estava em parada cardíaca e sem condições de reversão. Também integraram a equipe a acadêmica de medicina Lorena Galdino e o condutor socorrista Antônio Ferreira.




A mãe de Lorenzo foi morta com um tiro na cabeça, de revólver calibre 32, dentro da casa onde morava com seus dois primeiros filhos. O alvo do crime seria o companheiro da vítima (18). No entanto, a grávida teria entrado na frente e acabou sendo atingida. Um adolescente (16) foi apontado como suspeito do homicídio e apreendido quatro dias depois pela Polícia Civil. A vítima e o suposto atirador eram vizinhos, moravam lado a lado.




Após o parto, a criança foi levada para a Maternidade Therezinha de Jesus, permanecendo em observação na UTI Neonatal. O nascimento de Lorenzo foi um exemplo de amor, em meio a tanto ódio, para lembrar o verdadeiro valor da vida.


 

Comentários
Todos os comentário são validados.
Seus comentários serão exibidos somente após a validação.
Nome:
E-mail:
Comentário:
Desejo receber notícias.
 

 






Links úteis
Globo Imóbeis Ltda

 




Jornal JF no mundo
Notícias de Juiz de Fora e do mundo
Barbosa Lima, 135- Centro
Juiz de Fora-MG 36.010-050
E-mail: jornaljfnomundo@gmail.com
Telefone: (32) 3213-0216 ou (32) 99967-8526
Expediente
21
Setembro
Juiz de Fora